Quem somos?

Somos um grupo de pessoas com alguma sensibilidade crítica. Somos escritores, jornalistas, poetas, economistas, pessoas normais, rotineiras, sim. Também, sonhadores. Por que sonhadores? Pois sim, num mundo que o procedimento, que a escala correta de um vintém vagabundo nos impõe o prático, é necessário ser sonhador. Sim, ser sonhador também é ser prático, mas de um outro tipo, daquele que não aceita a prática vigente, a prática opressora e pensa e age e faz e pensa e faz outra prática. Sim. Queremos e faremos aqui um bom debate, propomos:  Criticar e falar sobre economia, política, ensaios, filosofia, faremos literatura, contos, poesias, sem se apegar a formalismos.

Somos internacionalistas, pois a sensibilidade crítica não tem fronteiras. Somos brasileiros, guatemaltecos, salvadorenhos, espanhóis, chilenos, quem mais se habilita?

Re-publicaremos textos que implique num bom debate.

Este espaço vem com a proposta de ser mais um espaço para debate crítico, qualquer que seja a linguagem usada. O leitor está convidado a escrever também e contribuir para este espaço.

Está página está em eterna construção, talvez, chegando a tempestade ela morra e se faça outra coisa. Por enquanto, vamos construí-la e re-construí-la. Propor debates, mudar rumos, formas e visuais. Você também está convidado a construí-la. Pois, escrever é ação, e escrever com um sentido é negar um mundo de frases sem sentido. Venha com a gente neste combate. Nos mande textos.  Para contribuir com textos nos mande um email: antesdatempestade@gmail.com. 

Observação final: Nosso papel é circular boa informação, portanto, textos mal escritos, sem preocupações mínimas com a boa redação ou mesmo em dar-lhe um sentido, vão ser desconsiderados. Aqui, não é um formalismo estreito que se propõe, alguma linha é importante para o desenvolvimento de nossa proposta de fazer um bom combate. Isto vale para textos mentirosos e caluniantes. Para quem tiver a mesma opinião da Globo, das grandes corporações, dos velhos preconceitos, lhe aconselhamos a buscar os grandes meios de comunicação, pois ali já existe um espaço cativo para este tipo de informação.

Para receber um boletim se inscreva abaixo.

Anúncios