“É SOM DE PRETO, DE FAVELADO, MAS QUANDO TOCA NINGUÉM FICA PARADO”

Uniao Campo Cidade e Floresta

do facebook

“É SOM DE PRETO, DE FAVELADO, MAS QUANDO TOCA NINGUÉM FICA PARADO”

O funk tem lá seus defeitos, principalmente estes novos que as letras fazem apologias ao consumismo, sexismo, machismo, homofobia e violencia. Mas nãao podemos negar que suas batidas repetitivas e ritmadas mexem com nosso corpo. Creio que está aí o segredo do sucesso destes cantores de funk.

O Ritmo me agrada, gosto de ouvir, mas as opções são restritas. Que eu conheço, só tem o grupo Anarco Funk fazendo coisa boa pra gente balançar o esqueleto e ser politicamente correto, coerente com nosso sofrimento na periferia e ainda manter nossa identidade de classe.

A molecadinha da quebrada gostam de ir além e quem não manifesta nas ruas, manifestam nas letras de funk. Parece que esse era o caso do Daleste e pode ser que esse foi o motivo do tiro em seu peito, o levando a…

Ver o post original 189 mais palavras

Anúncios