COMUNISTAS CONFUSOS

Por Marcio Rosa

Para Jorge Almeida e Ivan Valente

Comunistas confusos se despedem

As armas se esbarram, úmidas de lágrimas, de sangue

O barulho é desagradável

Como quem busca ofender uma criança, um rio calmo

Anos dividindo trincheiras

Permitem solenes apertos de mão, ecos do coração

Conversas atravessadas

Estraçalharam fios de solidariedade e cristais de confiança

Comunistas confusos sabem que

revolução é paixão e razão, em boa parte cacofonia

E que se perdendo encontraremos novos caminhos

Pois a luta é uma só. E venceremos juntos.

Marcio Rosa – PSOL

@marcioraz

Blog: blogdomarciorosa.blogspot.com

Tel: (11) 9131-2105 ou (11) 9664-0353

Anúncios