Acidente no metrô e o apagão do transporte público PSDB – Do sufoco no transporte urbano ao sufoco na saúde

Por Lucas Legume e Paulo Spina.

O PSDB é o responsável por mais um transtorno no já caótico sistema de transporte do Estado de São Paulo. O acidente ocorrido na linha vermelha do metrô nesta quarta feira, além de deixar 35 feridos, prejudicou a vida de muitas pessoas.

É mais um triste episódio do sufoco diário do transporte urbano. O metrô superlotado torna o deslocamento diário da população uma aventura, digna de um filme de terror. Atualmente os problemas recorrentes na CPTM e no metrô evidenciam o pouco investimento estrutural, os trens estão superlotados, demoram, quebram por falta de manutenção, provocando um apagão no transporte público. Sabemos que o transporte individual é uma falsa solução, vivemos caos diário no trânsito, com congestionamentos que rodízio nenhum da conta. Esta situação é fruto da política de priorizar o transporte privado em detrimento do público.

É sufoco para todo lado na administração de muitos anos do PSDB no estado de São Paulo. Na saúde além de filas para exames e nos atendimentos diários, Alckmin queria criar a lei da dupla porta, o que significaria mais sufoco para a população usuária do SUS! A luta dos movimentos sociais e sindicatos levou a uma decisão da justiça impedindo, por enquanto, mais este aperto no já sufocado sistema de saúde.

O PSDB sempre utilizou o discurso de “eficiência da gestão” mas o que eles fazem mesmo é administrar o caos. Este acidente nos faz lembrar também do acidente nas obras do metro na linha amarela. Aonde vamos parar deste jeito? Não aceitamos desculpas ou a culpabilização de trabalhadores, queremos transporte urbano e políticas sociais de qualidade para toda a população!

Lucas Legume
Militante do (MPL) Movimento Passe Livre

Paulo Spina
Militante do Fórum Popular de Saúde do Estado de São Paulo

Fonte: http://blogdopaulospina.blogspot.com.br/2012/05/acidente-no-metro-e-o-apagao-do.html

Anúncios