EM DEFESA DO DIREITO DE ARGENTINA PARA OBTER NOVAMENTE SUAS RIQUEZAS ENERGÉTICAS



Assediado pela crise energética e em meio ao fracasso da Repsol de todas as obrigações, o governo da Argentina , – que permitiu durante anos o esvaziamento da empresa nacional  mais grande – finalmente fez uma expropriação parcial da YPF (51% das ações) a multinacional espanhola Repsol. A partir desta decisão provocou críticas e ameaças de sanções por Espanha e da União Europeia. Acreditamos que os ataques agora recebe Argentina pelo governo espanhol, outros países imperialistas e alguns governos latino-americanos, estão tentando continuar a exploração ea chantagem exercida pelo multinacionais espanholas, europeias ou dos EUA em países latino-americanos.

A luta pela plena recuperação de recursos naturais e energia viaja toda a América Latina. E é por isso que chamamos a classe operária e dos povos da América Latina, Espanha e Europa para se juntar suas fileiras e repelir qualquer ataque ou agressão econômica contra a Argentina, para defender os direitos soberanos de todos os povos a ter controle de seus recursos e expropriar as multinacionais, para combater a riqueza de cada país, tais como petróleo, gás, mineração, água, ou estão sob o controle social de seus trabalhadores e cidadãos. Porque é assim que pode garantir uma exploração cuidadosa da natureza e que seus benefícios reverterão para a maioria da população e não uma minoria privilegiada.

Acreditamos também que, sob o legítimo direito dos povos de dispor de sua riqueza natural e fontes, a decisão do governo argentino é apenas um passo ainda muito longe desta meta e que mantém YPF Sociedade Anônima, enquanto fora YPF, na Argentina outras multinacionais  continuam a gerir a maior parte da produção e exportação de petróleo. Esta situação deve mudar no sentido de alcançar a soberania energética plena. É por esta razão que a recolha da rica história da Argentina e da luta de várias gerações de trabalhadores petroleiros, apoiamos as organizações sociais e políticas na Argentina para desenvolver uma campanha para atingir 100% da YPF em poder do Estado e ao povo da Argentina como parte de uma nacionalização completa da produção de petróleo sob o controle social.

Movimiento por la Democracia Participativa, EL SALVADOR

Movimiento de la Juventud Popular Revolucionaria MPJR, PANAMÁ

Movimiento de Bases Torrijistas, PANAMÁ

Partido del Pueblo, PANAMÁ
Movimiento Popular Unificado MPU, PANAMÁ

Partido Nacionalista, PUERTO RICO

IAC-CAI Filadelfia, EEUUA

Marea Socialista, VENEZUELA

Partido Socialismo e Libertad PSOL, BRASIL

Movimiento Socialista de los Trabajadores MST, ARGENTINA

La Aurora-Partido Obrero Revolucionario POR, ESPAÑA

Izquierda Anticapitalista, ESPAÑA

La Lucha Continúa, PERÚ

Partido Igualdad, CHILE

Movimiento Libres del Sur, CHILE

Fundación Sur, VENEZUELA

Anúncios